Palestrante, consultor executivo Sérgio Dal Sasso

Palestrante, consultor executivo Sérgio Dal Sasso
Organização de empresas de A à Z - Gestão e treinamentos

quarta-feira, 25 de julho de 2018

HORAS INCERTAS: ADAPTAÇÕES, FAMÍLIA E EMPREENDEDORISMO

Leio muito sobre as pessoas falando sobre novidades tecnológicas, robotizações, inteligência artificial. Tranquilo né, você olhar para o futuro falando sobre ele e esquecendo-se que estamos em uma republica que está conduzindo o seu povo para um caminhar "descalços". A tese é que não nos alimentamos com coisas que não estão na mesa e que também nossos filhos não são robôs. Somos gente que se veste, que toma banho, que precisa estudar, que precisa de cuidados médicos e tudo mais.

Em meio a realidade, já que ninguém quer ficar sem alternativas que aliviem o que está sendo perdido ou faltando, acabamos por criar trabalhos alternativos que possam amenizar os impactos das nossas famílias. 

Mas de uma forma ou de outra é dentro dessa situação, onde realmente muitos se encontram, que devemos que atentar, já que em muitas vezes aquele plano provisório feito para tapar os buracos pode sim gerar uma atividade promissora. 

Não existe previsão que estabeleça certificados de garantia pelo que estamos fazendo, mas não podemos andar sem mecanismos de controles, de ajustes, que ajudem a pensar no dia seguinte, na semana que vai chegar, no mês que está terminando, mesmo quando sabemos que tudo que se controla ou planeja nunca será os 100% do que exatamente imaginávamos. 

Diga-se de passagem planejar é conhecer muito bem o que você faz hoje, junto de uma visão lógica do mercado onde se encontra as possibilidades futuras. 

As adversidades acontecem a qualquer momento afetam para cima ou para baixo a vida de praticamente todos, mas o que faz com que as coisas perdurem a favor é a determinação e equilíbrio pelo prosseguir com soluções pelo que se acredita, sem nunca se esquecer que o maior dos estímulos é a própria família. (Sérgio Dal Sasso)


EMPREENDEDORISMO

O gosto pelo empreendedorismo está na veia de cada brasileiro, mas nem sempre os resultados das empreitadas são aqueles esperados. Muitas vezes falta-nos a preparação adequada, incluindo vivência, experiência e maturidade para assumir riscos e vencer desafios.

É preciso aprender a sonhar abrindo os olhos diante dos problemas, brigando pelas soluções até que a repetição consiga consolidar os próprios passos. Muitas vezes passamos uma vida tentando ganhar na sena, querendo pular escadas que mal sabemos como descer e acabamos por nunca completar nada.


Arte de vencer requer alguns princípios para os subsídios da evolução, pois para qualquer atividade é preciso preparar nosso lado comportamental, incorporando valores para que a determinação e meios garantam persistência e "saco" diante das diferenças de tempo entre o que prevíamos e o real necessário para que as coisas aconteçam.


Filtrar sonhos, ordenar objetivos possíveis, reunir tudo num só conjunto, incluindo idéias, vontade e determinação, organizam a qualidade das ações, garantindo que a luta tenha pelas atitudes, a diferença entre a produção no papel e disposição pratica para os seus projetos.(Sérgio Dal Sasso)



terça-feira, 10 de julho de 2018

VENDAS CONSULTIVAS E CONSTRUTIVAS


1 – Não existe salvador, mágico ou motivador capaz de resolver sua solução empresarial ou profissional em momentos onde as demandas estão atreladas pelas incertezas.
2 – As ausências das procuras pelo que você faz só podem ter algum efeito quando complementada por trabalho sério, contínuo e criativo, diante dos clientes que ainda mantém, dos que já se foram e dos que estão nas mãos da concorrência.
3 – Para amenizar a crise real e atual do momento seu projeto, para se manter em pé, depende da constância multiplicadoras de ações a serem implantadas, para produzir aproximações que ofertem melhorias em relação aos que os outros realmente necessitam. Nunca ser um chato persistente no usar métodos repetitivos. Fazer adições procurando mudar com formas que sejam as chaves certas para o abrir das portas caso a caso, e com base na percepção do como cada segmento gostaria de ser atendido antes, durante e principalmente depois do negócio concluído.
4 – Não conhecer exatamente o que está ofertando e o que fazer para dar suporte contínuo é o lado incompleto tipo “call center” ou “webmail”, que ninguém mais tem saco de ouvir ou usar como meio de pesquisa imposta , que oferta na hora errada e que também não soluciona ou explica nada sobre o que você realmente está necessitando. O valor das manutenções e novas conquistas dependem de um suporte consultivo, de pessoas que conheçam o que ofertam, que entendam da importância da antecipação de soluções, antes mesmo do cliente solicitar.
5 – O preço do que se oferta, não é mais importante do que a qualidade e segurança do que se oferece. Vendas é parte integrada de uma equipe preparada para responder e solucionar, dentro uma visão celular, que busque pelos entendidos, quando da necessidade de soluções imediatas e desejadas pelo cliente. 


#inteligenciacompetitiva #empreendedorismo #administração #carreiras#consultorexecutivo #palestrasempresariais