Palestrante Sérgio Dal Sasso

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

OITO QUALIDADES ADMIRADAS EM UM PROFISSIONAL...


- Ter direção: saber o que se quer junto com um projetar de caminhos possíveis para se chegar.

- Competência: saber utilizar sua qualificação no servir a empresa para que a mesma possa reconhecê-lo pela capacidade pessoal e coletiva de vendê-la.

- Persistência: para se conseguir um sim, é preciso se adaptar a cada situação, aprender com os erros.

- Conhecimento Aplicável: o tempo é dinâmico, portanto saiba selecionar o que é importante para se investir em adição a carreira. Priorize sempre o dia seguinte das necessidades!

- Relacionamento: construir uma base de relações pensando em reunir a experiência dos mais velhos com a energia dos mais novos.

- Pró-Atividade: os benefícios de saber expor suas ideias, de se antecipar frente aos demais.

- Itinerância: esteja sempre onde às coisas estão acontecendo, seja um grande especialista do seu mercado.

- Comprometimento: vista a camisa em todos os meios que optar para o seu crescimento. Forme suas referências, pois serão à base do seu futuro! (Sérgio Dal Sasso)

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Mentes jovens, reinícios e relações...

Toda vez que retornamos pela necessidade de se iniciar de novo, duas coisas devem ser lembradas, pois pesarão como fatores de relevância pelo sucesso da nova fase: 

- A primeira é reunir um conjunto de conhecimentos que estejam próximos das necessidades do mercado de trabalho, para que sejam expostos de forma a despertar e provocar interesses dos outros em investir ou apostar em nosso talento.



- A segunda em importância está no aprender a se relacionar construindo sua rede de contatos, que acima da harmonia pessoal, deverá ser construída com base no conjugar de pessoas que detenham pontos comuns integrando o lado pessoal, objetivos e meios facilitadores. 



Tanto o conhecimento, como capacidade de se relacionar facilitarão como formas de garantias para se estabelecer dentro da atividade pretendida, pois a maioria das empresas ou negócios, independentemente da tecnologia que vamos utilizar, dependerá diretamente da nossa capacidade de integrá-la pela harmonia interna do conjunto, para que o sucesso seja avaliado pelo grau de competência dentro de mercados sabidamente recheados por diversidades de valores e comportamentos, mas que também naturalmente no dia a dia aumentam suas exigências diante da própria quantidade disponível de concorrentes. 

Acho que a palavra final dos nossos esforços é ser considerado como alguém "querido". (Sérgio Dal Sasso)